Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Governo moçambicano garante que novo projeto agrícola não retira terra aos camponeses

Lusa

  • 333

Maputo, 26 dez (Lusa) - O Governo moçambicano assegurou hoje que nenhum camponês vai perder a sua terra para permitir a implantação do Programa de Cooperação Triangular para o Desenvolvimento Agrícola das Savanas Tropicais e Moçambique (PROSAVANA).

O debate sobre o risco de expropriações em Moçambique foi recentemente suscitado por informações de que o Governo negociou com investidores brasileiros a concessão de milhares de hectares para o aproveitamento agrícola no norte do país.

O projeto PROSAVANA, desenvolvido por agricultores brasileiros e japoneses em 12 distritos das províncias de Nampula, Cabo Delgado e Zambézia, no norte e centro de Moçambique, abrange cerca de 700 mil hectares de terra e visa promover uma agricultura empresarial, com uma forte componente de transferência de tecnologia.