Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Governo moçambicano considera "assunto de Estado" declarações polémicas de treinador português

Lusa

  • 333

Maputo, 10 out (Lusa) - O Governo de Moçambique considerou hoje que recentes declarações do técnico português Diamantino Miranda, treinador do Costa do Sol, são um "assunto de Estado, que ferem a dignidade dos moçambicanos".

No final de um jogo entre o Vilankulos FC e o Costado do Sol, do campeonato moçambicano de futebol, há duas semanas, o treinador do Costa do Sol teve uma discussão com um jornalista que cobria a partida, em que contestava as decisões do árbitro do encontro, acabando por dizer: "todos aqui são ladrões".

"Todos aqui são ladrões. Vocês são todos uma cambada de ladrões, você e outros jornalistas são pagos por um prato de sopa. Este país não é sério", disse Diamantino Miranda, segundo uma gravação de um canal de rádio que fazia uma reportagem da partida.