Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Governo moçambicano ameaça retirar obras às portuguesas Monte Adriano e Casais

Lusa

  • 333

Maputo, 06 nov (Lusa) - O Governo moçambicano ameaça anular os contratos de empreitada com as construtoras portuguesas Monte Adriano e Grupo Casais, devido ao risco de atraso nas obras adjudicadas às duas empresas na Estrada Nacional N.º 1.

Depois de uma visita às obras, na província de Nampula, norte de Moçambique, o ministro da Planificação e Desenvolvimento moçambicano, Aiuba Cuereneia, acusou as construtoras de terem ignorado recomendações para subcontratarem outras empresas, por forma a garantirem o cumprimento dos prazos.

"Há três meses, o Governo constatou incapacidade de execução da obra por parte daquelas empresas, tendo-lhes sido orientado no sentido de subcontratarem outras firmas como forma de flexibilizar o trabalho e cumprirem com o contrato, o que não chegou a acontecer e não sabemos porquê", afirmou Aiuba Cuereneia.