Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Governo moçambicano afasta concorrência do gás de xisto sobre as reservas do gás do país

Lusa

  • 333

Maputo, 13 mar (Lusa) - O governo moçambicano afastou hoje o risco de um eventual impacto negativo para o gás natural moçambicano, face à extração do gás de xisto, um novo potencial na área energética, que está a revolucionar o mercado mundial de gás.

O otimismo em relação à competitividade do gás natural descoberto em Moçambique foi manifestado à Lusa à margem da Conferência Internacional sobre Gás, que decorre na capital moçambicana, Maputo.

Alguns mercados de energia, como o norte-americano, estão a sofrer uma transformação radical devido ao desenvolvimento de novas tecnologias, sobretudo a extração de gás de xisto através de um processo controverso conhecido como "fratura hidráulica" ("fracking"), que foi limitado ou banido em alguns países, devido ao alegado efeito pernicioso ao ambiente.