Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Governo líbio confirma libertação de Zeidan e afirma que não cede a chantagens

Lusa

  • 333

Tripoli, 10 out (Lusa) - O Governo líbio disse hoje que "não vai ceder a chantagens" e, após a libertação do primeiro-ministro, classificou o sequestro como "ato criminoso".

"O Governo não vai ceder à chantagem de quem quer que seja", disse o vice-primeiro-ministro al-Seddik Abdelkarim durante a leitura de um comunicado que anunciava a libertação do chefe do executivo que esteve sequestrado durante algumas horas em Tripoli.

O sequestro de Zeidan aconteceu cinco dias após os Estados Unidos terem provocado o "embaraço" e o "protesto" do Governo da Líbia pela captura de um dirigente da Al-Qaida, Abu Ana al-Libi, capturado pelas forças especiais norte-americanos na capital do país tendo sido depois transportado para bordo de um navio da Marinha de Guerra.