Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Governo lamenta falta de atenção dedicada à economia social

Lusa

  • 333

Porto, 14 mar (Lusa) -- O secretário de Estado da Solidariedade e da Segurança Social, Marco António Costa, lamentou hoje que a economia social não esteja a receber atenção suficiente, um setor que representava, em 2010, 4,7% do emprego.

Na intervenção sobre o tema da economia social durante o XIII Encontro Nacional de Estudantes de Economia e Gestão, que começou hoje e decorre até domingo, no Porto, o secretário de Estado declarou que o setor "não tem tido a atenção suficiente" da sociedade portuguesa e que o país "não tem reconhecido o papel que esta economia tem no bem-estar de todos os portugueses".

Para além disso, o setor, que em dezembro apresentou uma conta satélite pela mão do Instituto Nacional de Estatística (INE) e que representava, em 2010, 2,8% do Valor Acrescentado Bruto nacional tem, para Marco António Costa, uma "importância estratégica para o desenvolvimento integrado" do país.