Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Governo insatisfeito com volume de candidaturas a fundos comunitários do setor pesqueiro

Lusa

  • 333

Peniche, 30 nov (Lusa) -- A ministra do Mar, Assunção Cristas, admitiu hoje em Peniche que os níveis de execução Programa Operacional da Pesca não satisfazem o Governo e desafiou as entidades do setor apresentarem candidaturas que permitam aproveitar melhor os apoios comunitários.

"O PROMAR (Programa Operacional da Pesca) tem garantidos os mínimos de execução, a nível nacional, mas isso não nos satisfaz e queremos que apareçam mais projetos para que possamos gastar bem todas as verbas que temos destinadas", afirmou a Ministra da Agricultura, do Mar, do Ambiente e do Ordenamento do Território, Assunção Cristas.

O apelo para que "mais entidades públicas e privadas apresentem projetos com capacidade de execução" foi feito em Peniche onde a ministra tomou hoje conhecimento da "dinâmica" do Grupo de Ação Costeira do Oeste, entidade e que tem prevista a atribuição de 1,1 milhões de euros de investimento na região nos próximos dois anos.