Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Governo: Indefinição política agravou juros da dívida esta semana

Lusa

  • 333

Lisboa, 05 jul (Lusa) - A indefinição política em Portugal agravou os juros da dívida soberana do país, que na segunda-feira arrancaram nos 6,38% a dez anos e na sexta-feira à tarde, duas demissões e muita instabilidade no Governo depois, seguiam nos 7,12%.

Na segunda-feira de manhã, os juros da dívida seguiam nos 3,48% a dois anos e 5,18% na maturidade de cinco anos: pelas 18:30 de sexta-feira, a subida deu-se para os 5,28% no prazo mais curto e 6,47% a cinco anos.

A subida dos juros da dívida ao longo da semana teve o seu ponto máximo na quarta-feira, dia 03, com as taxas da dívida a dez anos a passar os 8%. A dois e cinco anos, os juros também atingiram máximos anuais, respetivamente acima de 5% e 6%.