Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Governo "fará tudo" ao seu "alcance" para impedir que greve nos portos "se perpetue" -- primeiro-ministro

Lusa

  • 333

Lisboa, 07 dez (Lusa) - O primeiro-ministro, Passos Coelho, afirmou hoje que o Governo fará "tudo o que está ao seu alcance" para impedir que a situação de greve nos portos "se perpetue além daquilo que é democraticamente razoável".

"O Governo não deixará, atento ao interesse nacional, de fazer tudo o que está ao seu alcance para impedir que esta situação se perpetue além daquilo que é democraticamente razoável", afirmou Pedro Passos Coelho.

O primeiro-ministro respondia, no debate quinzenal, no Parlamento, ao líder da bancada do CDS-PP, Nuno Magalhães, que o questionou sobre o impacto da greve dos portos na economia portuguesa e na atividade portuária.