Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Governo espanhol vai fechar a central nuclear de Garoña até 6 de julho

Lusa

  • 333

Madrid, 19 jun (Lusa) -- O ministro espanhol da Indústria disse hoje que vai fechar a central nuclear de Garoña devido a "razões económicas" e não de segurança, já que é impossível cumprir os prazos legais para prolongar a vida da instalação.

Segundo avançou José Manuel Soria numa sessão parlamentar de controlo ao Governo, o executivo dará ordem de fecho da central até 6 de julho, data prevista para o fim da vida da mais antiga central nuclear de Espanha.

"A situação está a ser analisada sob a perspetiva da regulação porque o fim da exploração se deve única e exclusivamente a razões económicas e não a razões de segurança nuclear", afirmou o ministro.