Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Governo esclarece que não assumiu despedimentos "nem explícita nem implicitamente"

Lusa

  • 333

Lisboa, 14 mai (Lusa) - O Governo esclareceu hoje que não assumiu a possibilidade de despedimentos na função pública, "nem explícita nem implicitamente", acrescentando que a eventual atribuição de subsídios de desemprego a funcionários públicos não promove qualquer iniciativa que facilite demissões.

O esclarecimento do executivo surge na sequência das declarações proferidas hoje pelo secretário de Estado da Administração Pública, Hélder Rosalino, que, no final de uma ronda negocial com as estruturas sindicais da função pública, reconheceu que a eventual atribuição de subsídio de desemprego aos funcionários públicos que forem colocados no regime de requalificação significa que haverá despedimentos no Estado.

Perante a crítica dos sindicatos de que o pagamento de subsídios de desemprego a quem esgote o tempo na requalificação é abrir porta aos despedimentos, Hélder Rosalino disse: "Eu não assumiria isso como uma crítica, assumiria isso como uma realidade objetiva."