Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Governo do Bloco Central, uma aliança inédita e nunca repetida em 30 anos

Lusa

  • 333

Lisboa, 03 jun (Lusa) - Há 30 anos, Mário Soares e Mota Pinto assinavam o acordo para um executivo de coligação PS/PSD, o Governo do Bloco Central com uma aliança até então inédita e nunca mais reeditada.

Os acontecimentos que levaram à assinatura desse acordo precipitaram-se meses antes, com a demissão do então primeiro-ministro Pinto Balsemão, que substituíra em 1981 Sá Carneiro, após a morte do antigo líder do PSD.

O Presidente da República Ramalho Eanes recusa, então, indigitar como primeiro-ministro Vítor Crespo - o nome indicado pelo PSD para suceder a Pinto Balsemão e aprovado pelo Conselho de Estado por uma margem de oito votos a favor e sete contra - e a 04 de fevereiro de 1983 marca eleições legislativas antecipadas para o dia 25 de abril.