Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Governo diz que meta do défice para 2012 ainda obriga a cortes adicionais na despesa

Lusa

  • 333

Lisboa, 03 out (Lusa) - O cumprimento da meta revista para o défice orçamental este ano ainda irá implicar mais cortes na despesa "a nível da Segurança Social e de algumas despesas da administração central", disse hoje o secretário de Estado do Orçamento.

Numa audiência esta manhã, Luís Morais Sarmento explicou aos deputados da comissão parlamentar do Orçamento que o desvio orçamental deste ano corresponde a 1,6 por cento do PIB. Para cumprir a meta revista de 5 por cento do PIB, o Governo vai compensar parcialmente esse desvio de várias formas.

A reprogramação de verbas do Quadro Estratégico de Referência Nacional (QREN) resultará numa poupança de 0,3 por cento do PIB; a receita da concessão da ANA - Aeroportos de Portugal será 0,7 por cento; e "outras medidas adicionais" vão corresponder a 0,2 por cento.