Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Governo de Macau suspende preventivamente dois altos quadros da administração

Lusa

  • 333

Macau, China, 17 jun (Lusa) - O Governo de Macau anunciou hoje a suspensão preventiva do presidente e do vice-presidente do Instituto dos Assuntos Cívicos e Municipais (IACM), respetivamente Tam Vai Man e Lei Vai Nong, por alegados indícios de infração disciplinar.

O Ministério Público acusou o presidente do IACM, Tam Vai Man ou Raymond Tam, e três funcionários do mesmo instituto, entre os quais o vice-presidente Lei Vai Nong, de prevaricação por terem alegadamente obstruído a justiça num caso de entrega de documentos necessários a uma investigação relacionada com o arrendamento de campas a título perpétuo no cemitério de São Miguel Arcanjo.

Cerca de seis meses depois da acusação do Ministério Público e depois de ter mandado instaurar um processo de averiguações no seio da Administração Pública de Macau, cujo instrutor foi o assessor português José Luciano Correia de Oliveira.