Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Governo da Venezuela defende que desvalorização cambial de 32% incentiva exportações

Lusa

  • 333

Brasília, 09 fev (Lusa) - O ministro das Relações Exteriores da Venezuela, Elias Jaua, defendeu hoje que a anunciada desvalorização cambial do Bolivar venezuelano, de 32%, vai incentivar as exportações do país.

Após um encontro com o seu homólogo brasileiro, António Patriota, Jaua afirmou que a decisão governamental "tem que ver certamente com uma política de estímulo das exportações, especialmente perante o desafio que tem para a Venezuela e para o sector produtivo a entrada no Mercosur".

Com a desvalorização, anunciada sexta-feira pelo ministro venezuelano de Planificação e Finanças, Jorge Giordani, a cotação passa de 4,30 para 6,30 bolívares por cada dólar.