Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Governo da Guiné-Bissau quer investigação sobre declarações do presidente do Parlamento

Lusa

  • 333

Bissau, 28 fev (Lusa) - O Governo de transição da Guiné-Bissau quer que o Ministério Público apure eventuais responsabilidades civis e criminais do presidente da Assembleia Nacional a propósito de declarações sobre o desempenho do executivo.

Na reunião do conselho de ministros de quarta-feira, e de acordo com um comunicado hoje divulgado, o Governo mandou "o ministro da Justiça acionar os mecanismos legais junto do Ministério Público a fim de se apurar todas as responsabilidades civis e criminais decorrentes daquelas declarações".

Na última segunda-feira, o presidente da Assembleia Nacional Popular (ANP), Ibraima Sory Djaló, acusou o executivo de governar sem programa e sem orçamento e de já ter gastado 23 milhões de euros em despesas não tituladas.