Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Governo corta 218 milhões de euros nas Forças Armadas a partir de 2014

Lusa

  • 333

Lisboa, 14 fev (Lusa) - O ministro da Defesa Nacional afirmou hoje que a reestruturação das Forças Armadas pretende reduzir os custos em 218 milhões de euros a partir de 2014, podendo ainda ser cortados mais 40 milhões este ano "se necessário".

"A partir de 2014, o objetivo é esse [cortar 218 milhões de euros], sendo que, se houver necessidade de haver ainda alguma expressão [dos cortes] em 2013, ela não é superior a 40 milhões de euros. Se houver necessidade, estamos preparados para podermos ter cortes dessa dimensão", disse hoje José Pedro Aguiar-Branco, em declarações à TVI.

O governante explicitou ainda que o executivo tem de "indicar propostas a desenvolver no âmbito estrutural para o valor de 4.000 milhões de euros [relativos aos cortes na despesa pública] de uma forma global", o que "no âmbito da defesa" deverá apontar para "montantes de 218 milhões de euros".