Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Governo: Cavaco "deu estalo à classe política", Marcelo Rebelo de Sousa

Lusa

  • 333

Lisboa, 11 jul (Lusa) - O comentador político Marcelo Rebelo de Sousa afirmou hoje que a intervenção do Presidente da República, apelando a um entendimento entre PSD, PS e CDS-PP, foi um "estalo à classe política", e que os partidos devem "devolver a bola".

"Foi, à sua maneira, um estalo grande na classe política toda, Governo e oposição. Um estalo no PC e no BE ao dizer que não há eleições, no Governo ao não dizer claramente que esta é a solução que dura até 2015 e no PS ao não dar eleições, mas que talvez dê em 2014, sabendo que isso divide o PS", disse.

O antigo líder social-democrata, à margem de uma apresentação de um livro sobre direito europeu, em Lisboa, adiantou ainda os nomes do governador do Banco de Portugal e do presidente do Conselho Económico e Social, respetivamente Carlos Costa e Silva Peneda, como potenciais figuras tutelares para o eventual acordo tripartido sugerido por Cavaco Silva.