Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Governo brasileiro baixa impostos para estimular crescimento económico

Lusa

  • 333

Brasília, 19 dez (Lusa) - O Governo brasileiro lançou hoje novas medidas para estimular o crescimento económico do país, com a diminuição das taxas do comércio a retalho e de tributos dos Estados.

O ministro da Fazenda, Guido Mantega, anunciou hoje à tarde que, a partir de 2013, o setor varejista (comércio a retalho) deixará de pagar 20 por cento de contribuição patronal, para recolher entre 1 por cento e 2 por cento da faturação.

Com a medida, que tem a intenção de criar empregos e de gerar descontos diretos aos consumidores, ao Governo irá deixar de arrecadar 1,3 mil milhões de reais (474 milhões de euros) no ano que vem e 2,1 mil milhões de reais (766 milhões de euros) em 2014.