Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Governo alcança meta de 1.100 milhões de euros por cobrança coerciva no final de novembro

Lusa

  • 333

Lisboa, 04 dez (Lusa) -- O Governo alcançou no final de novembro o objetivo anual de conseguir para os cofres do Estado 1,1 mil milhões de euros através da cobrança coerciva de dívidas ao fisco, anunciou hoje o Ministério das Finanças.

"A Secretaria de Estado dos Assuntos Fiscais comunica que o objetivo de cobrança coerciva fixado à Autoridade Tributária e Aduaneira (AT) para o ano de 2012, no valor de 1.100 milhões de euros, foi ultrapassado no passado dia 30 de novembro, situando-se atualmente o valor cobrado em Euro 1.106.079.363. Este é o ano em que a AT atinge o seu objetivo anual de cobrança coerciva mais cedo", realça o Ministério.

O Governo afirma que com este resultado "o volume global de dívidas fiscais vencidas no ano de 2012 é o menor desde 2004, o que demonstra um nível acrescido de cumprimento voluntário das obrigações fiscais por parte dos contribuintes" e que apesar das dificuldades, "os contribuintes portugueses pagam cada vez mais os seus impostos dentro dos prazos legais de pagamento voluntário".