Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Governo admite redução de 40 mil funcionários públicos até ao final de 2014

Lusa

  • 333

Lisboa, 17 out (Lusa) -- O Governo prevê uma redução acumulada de 40 mil trabalhadores do Estado em três anos, ou seja, até ao final de 2014, esclareceu hoje fonte oficial do gabinete do secretário de Estado da Administração pública, Hélder Rosalino.

"Tendo por referência o número de 613.852 trabalhadores existentes no final de 2011 (no universo das Administrações Públicas), o Governo admite que até ao final de 2014 (em três anos) o número de funcionários possa sofrer uma redução acumulada mínima que se venha a situar próximo dos 40.000 trabalhadores, fruto sobretudo da passagem à situação de reforma", esclarece o Ministério das Finanças.

No âmbito do compromisso assumido pelo Governo ao abrigo do memorando de entendimento assinado com a 'troika' (Banco Central Europeu, Comissão Europeia e Fundo Monetário Internacional), o objetivo mínimo do Executivo é o de reduzir anualmente 2% dos trabalhadores das Administrações Públicas.