Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Governo admite alteração da lei que proíbe uso de caranguejo para capturar polvo

Lusa

  • 333

Olhão, 06 mar (Lusa) - O secretário de Estado do Mar mostrou-se hoje disponível para, se necessário, alterar a portaria que proíbe o uso de caranguejo vivo como isco para capturar polvo, restrição apenas aplicada ao Algarve.

"Quando houver indicação de que há que mudar, estarei aberto à mudança imediata", disse Manuel Pinto de Abreu aos jornalistas, à margem da cerimónia de inauguração de uma fábrica de conservas, no porto de pesca de Olhão.

À entrada do porto, um pequeno grupo de pescadores aguardava a chegada do governante, empunhando faixas e cartazes a contestar aquela lei, numa das quais se podia ler "Caranguejo sim, Desemprego não".