Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Governo acredita que sexta avaliação da 'troika' vai "correr bem"

Lusa

  • 333

Beja, 09 nov (Lusa) - A consolidação orçamental, o sistema financeiro e as reformas estruturais serão "os grandes pilares" da sexta avaliação da 'troika' a Portugal e o secretário de Estado adjunto do primeiro-ministro, Carlos Moedas, acredita que vai "correr bem".

Todas as avaliações da 'troika' ao Programa de Assistência Económica e Financeira (PAEF) de Portugal, que "olham para cada um destes pilares, para ver se o país está no caminho certo ou não, têm corrido bem" e a sexta "também irá correr bem", disse hoje o secretário de Estado adjunto do primeiro-ministro, Carlos Moedas, em Beja.

Segundo o governante, que falava aos jornalistas depois de ter participado na cerimónia do dia do Instituto Politécnico de Beja, que hoje celebra 33 anos, a sexta avaliação da 'troika', que começa na segunda-feira, será, "em princípio, mais curta" do que as anteriores, devendo durar "mais ou menos" uma semana.