Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Governo aceita exclusão do PS e assumirá responsabilidade de cortar 4 mil milhões -- Passos Coelho

Lusa

  • 333

Amadora, 07 nov (Lusa) - O primeiro-ministro afirmou hoje que o Governo aceita que o PS se tenha excluído do processo de redução da despesa em 4 mil milhões de euros e assumirá a responsabilidade de indicar medidas que somem essa poupança.

Em declarações aos jornalistas, no final de uma cerimónia na Academia Militar, na Amadora, Pedro Passos Coelho adiantou que o executivo não tem "nenhum compromisso assumido de fazer um corte específico nesta área ou noutra área" e que esse "é um exercício que está em aberto".

O primeiro-ministro defendeu que a redução da despesa em 4 mil milhões de euros acordada entre o Governo e a 'troika' implica uma reestruturação das funções do Estado, através de medidas que têm de ser indicadas a curto prazo, até ao sétimo exame regular do Programa de Assistência Económica e Financeira a Portugal, em fevereiro.