Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Governante acusado de prevaricação enquanto autarca diz nunca ter contratado por questões familiares

Lusa

  • 333

Covilhã, 23 jan (Lusa) - O secretário de Estado da Administração Local e Reforma Administrativa, Paulo Júlio, disse hoje que "nunca" contratou pessoal por critérios familiares, depois de ter sido acusado de prevaricação enquanto autarca.

O governante falava hoje aos jornalistas à margem da sessão de abertura de uma conferência sobre áreas urbanas na Universidade da Beira Interior, na Covilhã.

Paulo Júlio, que deixou a Câmara de Penela para integrar o atual Governo, "foi notificado pelo DIAP de Coimbra de um despacho de acusação" pela alegada prática em 2008 de prevaricação enquanto presidente da Câmara de Penela, noticiou o semanário Campeão das Províncias e confirmou o próprio em comunicado.