Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Goldman Sachs: Doutrina do banco norte-americano está instalada nos bastidores poder - jornalista do Le Monde

Lusa

  • 333

Lisboa, 02 jun (Lusa) -- O jornalista do Le Monde Marc Roche considera que a doutrina financeira anglo-saxónica liderada pelo banco norte-americano Goldman Sachs está atualmente instalada nos bastidores do poder, pondo em perigo a regulação em nome do lucro.

"Não acredito na teoria da conspiração, não há um plano do Goldman Sachs para dominar o mundo. A única missão do banco é produzir lucros nem que seja a ajudar os gregos a enganar as finanças ou os portugueses no processo de privatizações -- para eles é negócio não é política - O Goldman Sachs não é de direita nem de esquerda", disse à Lusa Marc Roche que estabelece um paralelo entre o poder da "filosofia" da instituição com as políticas que estão a ser adotadas atualmente na Europa por "veteranos" do banco norte-americano que partilham o mesmo pensamento e formas de trabalhar.

"Os italianos Mario Draghi e Mario Monti, o grego Lukas Papademus, o português António Borges, todos eles são antigos membros do Goldman Sachs. Não é uma seita, não é uma irmandade. São pessoas com carreiras brilhantes, que se conhecem e partilham os mesmos valores entre eles. Pessoas com os mesmos objetivos e que atuam da mesma forma", explica Roche autor do livro "O Banco -- Como o Goldman Sachs dirige o mundo" publicado esta semana em Portugal e que analisa a forma de trabalhar da instituição bancária e que se destaca, segundo o autor, dos outros grupos financeiros a nível mundial.