Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

GNR de Loures acusado de ter matado jovem em 2008 condenado a 9 anos de prisão

Lusa

  • 333

Loures, 24 out (Lusa) -- O Tribunal Criminal de Loures condenou hoje a nove anos de prisão um militar da GNR local acusado de ter matado um jovem durante uma perseguição policial após um assalto em Santo Antão do Tojal.

Os factos remontam a 11 de agosto de 2008, quando o jovem de 13 anos foi atingido a tiro pelo militar da GNR Hugo Ernano durante uma perseguição policial a uma carrinha após um assalto a uma vacaria.

Além do menor, seguiam na carrinha dois homens, um deles Sandro Lourenço, o pai da criança, que estava evadido do Centro Prisional de Alcoentre.