Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Ginásios gingam crise com preços baixos, descontos e contratos flexíveis

Lusa

  • 333

Redação, 18 mai (Lusa) -- O aumento do IVA para 23% não quebrou o ritmo de inscrições de sócios dos ginásios, que torneiam a crise com mensalidades 'low cost', descontos nas inscrições, acompanhamento nutricional gratuito e até descontos nos supermercados.

Os ginásios Solinca, do grupo Sonae, contornaram a crise apostando em campanhas "agressivas", designadamente com parcerias com a marca Continente e oferecendo nos meses de janeiro e fevereiro deste ano "50% de desconto em cartão" nas mensalidades de 50 euros, contou à Lusa Bernardo Novo, responsável pela área do marketing e vendas da Sonae Turismo.

Os resultados indicam que no primeiro trimestre deste ano os ginásios Solinca registaram um aumento de "23% de sócios ativos", com as adesões a "quase triplicarem" e os cancelamentos a caírem para os 38% face a período homólogo do ano passado.