Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Gestores acreditam que vão ser necessárias mais medidas para cumprir défice - inquérito

Lusa

  • 333

Lisboa, 17 jan (Lusa) -- Os administradores financeiros das empresas portuguesas cotadas em bolsa, alvo de um inquérito realizado pelo ISCTE, antecipam mais medidas para garantir o cumprimento do défice orçamental e a maioria prevê que Portugal regresse aos mercados ainda este ano.

Este é um dos resultados do 'ISCTE CFO Survey' realizado pelo professor António Gomes Mota, que foi hoje apresentado em Lisboa pelo professor João Pedro Nunes e que inquiriu os CFO [administradores financeiros] de empresas não financeiras do índice português PSI20 e das cinco empresas mais transacionadas do PSI geral da bolsa portuguesa.

O inquérito, que obteve uma taxa de resposta de 81%, aponta que a derrapagem do défice orçamental foi considerada como a principal ameaça à economia portuguesa em 2013, com 47% dos inquiridos a manifestar esta opinião.