Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

GEOTA alerta que terminal de contetores na Trafaria depende de avaliação ambiental

Lusa

  • 333

Lisboa, 10 abr (Lusa) -- O Grupo de Estudos de Ordenamento do Território e Ambiente (GEOTA) alertou hoje que a construção do terminal de contentores na Trafaria depende de avaliação de impacte ambiental (AIA) vinculativa, rejeitando a ideia de que o empreendimento esteja decidido.

"Não se pode afirmar desde já que a construção do terminal está decidida, porque tal dependerá da decisão vinculativa do processo de avaliação de impacte ambiental", frisa um comunicado do GEOTA, que já transmitiu a sua posição à Administração do Porto de Lisboa (APL).

Para os ambientalistas, em qualquer parceira público-privada, os investidores não devem ter expectativas "antes de terminado o procedimento de AIA", pelo que defendem que o concurso só deve ser lançado se for declarado impacte ambiental favorável ou favorável condicionado.