Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Galp admite fechar postos se projeto 'low cost' do Governo...

Lusa

  • 333

Lisboa, 11 fev (Lusa) -- O presidente da Galp admitiu hoje fechar postos de abastecimento se o projeto do Governo de inclusão de combustíveis líquidos de baixo custo levar a petrolífera "a perder dinheiro", adiantando que ainda não percebeu "qual é o formato".

Em declarações aos jornalistas, Ferreira de Oliveira disse que ainda não percebeu como é que o Estado pretende incluir combustíveis líquidos de baixo custo ('low cost') nos postos de abastecimento, proposta da maioria parlamentar PSD e CDS-PP que foi aprovada, por unanimidade, no Parlamento, em novembro.

"Não percebemos como é que o Estado vai obrigar uma empresa a vender o que uma empresa não quer vender", declarou Ferreira de Oliveira.