Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

G20: BRICS pretendem aumentar contribuição para FMI, mas impõem condições

Lusa

  • 333

Los Cabos, México, 18 jun (Lusa) - O grupo dos países emergentes - Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul (BRICS) - anunciou hoje a intenção de aumentar a contribuição para os recursos do Fundo Monetário Internacional (FMI), mas impôs duas condições.

Os dirigentes destes países "estão convencidos a reforçar os seus próprios contributos ao FMI", de acordo com um comunicado conjunto emitido em Los Cabos, no México, onde estão reunidos os chefes de Estado e de Governo do G20.

No entanto, os BRICS não precisaram em que montante pretendem elevar a sua contribuição e impuseram condições: que o FMI precise de dinheiro e que implemente a reforma votada em 2010, que aumenta os direitos de voto dos emergentes.