Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Futebolistas argentinos dizem ter sofrido emboscada na final da Taça Sul-americana

Lusa

  • 333

São Paulo, 13 dez (Lusa) -- Os futebolistas da equipa argentina do Tigre, que na quarta-feira à noite se recusaram a disputar a segunda parte do jogo com o São Paulo, na final da Taça Sul-americana, dizem ter sido vítimas de uma "emboscada".

Depois do árbitro chileno Enrique Osses ter dado a vitória ao São Paulo, clube que vencia o jogo da segunda mão por 2-0 e após a recusa dos argentinos em jogar, os jogadores do Tigre fizeram queixa na sede do Departamento de Homicídios e Proteção.

Os argentinos asseguram terem sido vítimas de uma emboscada nos balneários do estádio Morumbi, em São Paulo, por parte de agentes da polícia militar e de seguranças privados do clube adversário.