Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Futebol: Sanrta Casa pondera recorrer da decisão do tribunal que lhe negou indemnização

Lusa

  • 333

Lisboa, 04 set (Lusa) -- A Santa Casa da Misericórdia de Lisboa (SCML) admite recorrer da decisão da 3ª vara cível do Tribunal do Porto, que lhe negou uma indemnização de 27 milhões de euros, reclamada à Bwin pelo patrocínio da Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP).

Em comunicado, a SCML, representada no processo pelo advogado Pedro Faria, reafirma que "a sentença ainda não transitou em julgado" e que vai proceder a "uma análise mais detalhada da mesma", no sentido de poder vir a apresentar recurso para o Tribunal da Relação.

A SCML destaca ainda que a Bwin e a LPFP já tinham sido "expressamente proibidas de efectuarem qualquer publicidade" e condenadas a "absterem-se de explorar por qualquer forma em Portugal jogos de lotarias e de apostas mútuas" e que agora não foram condenadas no pedido de indemnização "por (o tribunal) ter considerado não ter sido produzida prova suficiente a respeito dos prejuízos concretamente invocados".