Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Futebol: Rosell diz que agressão de Mourinho a Tito Vilanova não pode ficar impune

Lusa

  • 333

Barcelona, Espanha, 26 jun (Lusa) -- O presidente do FC Barcelona afirmou hoje que irá lutar para que a agressão de José Mourinho a "Tito" Vilanova, atual treinador da equipa catalã, não fique impune, numa altura em que se admite uma amnistia geral.

Em recentes declarações, o presidente da Federação Espanhola de Futebol, Angel Villar, mostrou-se disposto a recorrer a uma amnistia, como tem sido prática sua nos últimos 24 anos, sempre que a seleção espanhola conquistou algum título e quando, ele próprio, foi reeleito.

"Temos de saber como isto vai acabar. Penso que não há uma petição formal feita ao Conselho Superior dos Desportos por esta amnistia, mas, seja como for, não poderá ficar impune uma agressão ao nosso treinador", disse Sandro Rosell, prometendo agir na defesa desse princípio quando a questão da amnistia for clarificada.