Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

"Futebol precisa de reforçar a sua transparência e democraticidade com reformas a sério" - Emanuel Medeiros

Lusa

  • 333

Porto, 21 nov (Lusa) - O diretor-geral executivo das Ligas Europeias de Futebol Profissional (EPFL) entende que a modalidade precisa de "reforçar a sua transparência e democraticidade com reformas a sério", o que será uma das prioridades do organismo para a época 2012/13.

Em entrevista à Agência Lusa, o português que dirige a associação que une 30 ligas profissionais no continente, considera fundamentais "a transparência, estabilidade e solidariedade financeira, sem as quais a reputação, credibilidade e viabilidade do futebol estariam em cheque".

A culminar o seu quinto ano no cargo (desde 2007), a direção de Emanuel Medeiros fez aprovar, recentemente, um plano estratégico "assente em cinco pilares", onde incluiu, também, a boa governança, a regulamentação dos agentes desportivos, a credibilidade e integridade das competições (com foco na regulação das apostas desportivas e combate à corrupção) e a defesa dos direitos de propriedade intelectual, isto é, das imagens, emblemas, estatística e todos os conteúdos que o futebol gera, que são a sua principal fonte de receita.