Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Futebol: João Pinto desresponsabiliza-se em tribunal pelo pagamento de impostos na transferência para Sporting

Lusa

  • 333

Lisboa, 01 jun (Lusa) - O ex-futebolista João Vieira Pinto, indiciado de fraude fiscal e branqueamento de capitais, garantiu hoje em tribunal que os valores negociados na transferência para o Sporting, em 2000, "foram líquidos" e rejeitou responsabilidades pelo pagamento de impostos.

Na inquirição realizada por Helena Susano, presidente do coletivo de juízes da 6.ª Vara do Tribunal Criminal de Lisboa, João Pinto afirmou que o pagamento de impostos não o preocupou na altura em que a contratação ficou firmada e que "estava implícito que seria com valores líquidos".

"Como jogador livre, após a rescisão com o Benfica, fiz um contrato de 5 milhões de euros (ME) com o Sporting. Chegámos a acordo que me seria pago um prémio de assinatura de 4 ME e, para mim, não havia dúvidas que esses valores eram o que tinha a receber", disse.