Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Fusão de agrupamentos contestada à porta da escola de Vila Praia de Âncora

Lusa

  • 333

Caminha, 06 jun (Lusa) - Pais e alunos de Vila Praia de Âncora protestaram hoje de manhã, à porta da escola daquela freguesia, contra a fusão dos dois agrupamentos do concelho de Caminha, que vai reunir mais de dez escolas e 1.800 alunos.

"Fica em causa a qualidade dos projetos educativos, que foram avaliados pelo ministério da Educação como de qualidade e de referência. Os dois agrupamentos funcionam bem como estão, numa lógica de proximidade, e a fusão nem sequer vai trazer poupanças, pelo contrário", disse à agência Lusa um dirigente da Associação de Pais e Encarregados de Educação da Escola Básica de Vila Praia de Âncora.

Segundo Pedro Ribeiro, o protesto realizado hoje à porta daquele estabelecimento, que juntou vários pais e alunos, pretendia reclamar um estatuto de "exceção" para a fusão dos dois agrupamentos de Caminha, decidida pelo Ministério da Educação.