Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Furto de cobre preocupa agricultores alentejanos e autoridades sentem dificuldades em combater crime

Lusa

  • 333

Portalegre, 25 fev (Lusa) - O furto de cobre em equipamentos de rega nas herdades no Alto Alentejo continua a preocupar os agricultores, com as autoridades a sentirem dificuldades em controlar este tipo de crime devido às acessibilidades e extensas áreas das propriedades.

Em declarações à agência Lusa, o presidente da Associação de Agricultores do Distrito de Portalegre (AADP), António Bonito, mostrou-se hoje preocupado com a situação, alertando que este tipo de furto tem tendência a "agravar-se", devido à conjuntura económica do país.

"Nós, agricultores, temos sido altamente penalizados com este tipo de furtos. Temos vindo a alertar as autoridades e a trabalhar em parceria com elas, pois nós somos roubados em tudo. É uma violência brutal", considerou.