Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Fundações: Menezes admite extinguir ELA e PortoGaia e lembra que "não custam um tostão ao erário público"

Lusa

  • 333

Porto, 04 ago (Lusa) -- O presidente da Câmara de Gaia, Luís Filipe Menezes (PSD), admitiu hoje que as duas fundações em que a autarquia participa (ELA e PortoGaia) venham a ser extintas, embora lembrando que as instituições "não custam um tostão ao erário público".

"Porventura, vamos se calhar extinguir as duas fundações", afirmou aos jornalistas Luís Filipe Menezes, na sequência da cerimónia de lançamento da primeira pedra do complexo desportivo do Clube de Futebol de Oliveira do Douro.

De acordo com o autarca, a Câmara Municipal de Vila Nova de Gaia tem participações em duas fundações públicas de direito privado: a Fundação PortoGaia para Desenvolvimento Desportivo, em parceria com várias entidades entre as quais o FC Porto, e a Fundação ELA, em colaboração com o Instituto de Ciências Biomédicas Abel Salazar da Universidade do Porto.