Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Fundação Mata do Bussaco alerta para necessidade de recuperar convento e via-sacra

Lusa

  • 333

Mealhada, 24 out (Lusa) -- O presidente da Fundação Mata do Bussaco (FMB), António Jorge Franco, deixa o cargo lamentando que não tenha sido possível recuperar a via-sacra e o convento e alerta para a necessidade de preservar este património.

A reabilitação do património construído da Mata do Buçaco, designadamente a via-sacra e o Convento de Santa Cruz, é um dos projetos que não foi possível, durante este mandato, concretizar, sequer iniciar, "por falta de verbas", disse hoje, à agência Lusa, António Jorge Franco, calculando que o empreendimento envolve um investimento da ordem dos três milhões de euros.

O presidente da FMB lamenta igualmente que não tenha sido elaborado o projeto de candidatura da Mata a Património da Humanidade, essencialmente também por falta de meios económicos, e que, por outro lado, esteja por colocar a sinalética, de acordo com o projeto já feito, mas cuja concretização se ficou a dever às consequências do temporal de janeiro deste ano.