Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Fundação Joaquim Chissano lança iniciativa em defesa de elefante e rinoceronte em Moçambique

Lusa

  • 333

Maputo, 23 out (Lusa) - A Fundação Joaquim Chissano, do antigo Presidente moçambicano, anunciou hoje o lançamento de uma iniciativa de Preservação da Fauna Bravia em Moçambique, face ao aumento de caça furtiva, particularmente do rinoceronte e elefante, por redes "criminosas internacionais".

A Iniciativa Joaquim Chissano, cujo lançamento será feito em Maputo, no início de novembro, tem como foco inicial "importantes áreas de conservação no país, como o Parque Nacional do Limpopo e suas áreas adjacentes", incluindo o sul-africano Kruger National Park, bem como a Reserva do Niassa, o Parque Nacional das Quirimbas e a Reserva Especial de Maputo.

O lançamento da Iniciativa Joaquim Chissano inicia uma parceria no domínio da conservação entre o Governo de Moçambique e a Fundação Joaquim Chissano, "destinada a estancar a perda de mais vidas humanas, em especial de jovens moçambicanos, acabar com a caça furtiva de espécies protegidas de fauna bravia em Moçambique, em particular do rinoceronte e do elefante, e o tráfico ilegal de seus troféus", assinala um comunicado enviado hoje à Lusa.