Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Funcionária da instituição Sol condenada a pena suspensa de 18 meses por maus-tratos a menores

Lusa

  • 333

Lisboa, 05 fev (Lusa) -- O Tribunal Criminal de Lisboa condenou hoje uma funcionária da instituição Sol a um ano e seis meses de prisão, com pena suspensa, por quatro crimes de maus-tratos a menores, segundo a Procuradoria-Geral Distrital de Lisboa (PGDL).

A decisão dos Juízos Criminas de Lisboa surge após a repetição do julgamento decidida pelo Tribunal da Relação de Lisboa que deu razão a um recurso do Ministério Público (MP), depois do tribunal de primeira instância ter absolvido a arguida.

A pena de um ano e seis meses de prisão continua a não ser suficiente para o MP, que segundo a página na Internet da PGDL, vai interpor novo recurso para o Tribunal da Relação "por não concordar com a medida das penas parcelares e em consequência da medida encontrada em cúmulo jurídico".