Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Fuligem contribui mais para o aquecimento global do que se calculava - estudo

Lusa

  • 333

Washington, 16 jan (Lusa) -- A fuligem, partículas de carbono resultantes da queima de hidrocarbonetos, carvão e madeira, contribui mais do que se calculava até agora para o aquecimento global, indica uma nova estimativa divulgada hoje nos Estados Unidos.

A investigação, realizada por 31 cientistas e publicada na versão digital da revista norte-americana Geophysical Research-Atmospheres, concluiu que a fuligem é o segundo mais importante fator do aquecimento da atmosfera depois do dióxido de carbono (CO2), o principal gás com efeito de estufa.

Esta estimativa atual, com base em modelos de computador novos, duplica o impacto da fuligem no aquecimento em relação à avançada pelo grupo de especialistas da ONU sobre o clima, o GIEC, divulgada em 2007.