Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Forças Armadas guineenses prometem "medidas repressivas" contra autores de espancamentos

Lusa

  • 333

Bissau, 07 nov (Lusa) - As Forças Armadas da Guiné-Bissau vão desencadear "medidas repressivas" contra pessoas que se façam passar por militares para espancar cidadãos, anunciou a instituição, em comunicado.

Assinado pelo brigadeiro-general Daba Naualna, chefe de gabinete do Chefe do Estado-Maior General, o comunicado a que agência Lusa teve acesso avisa que as Forças Armadas "não irão tolerar comportamentos que possam pôr em causa" o processo de transição, em curso no país.

No comunicado pode ler-se que "alguns dos malfeitores" chegam a "disfarçar-se com fardamento militar" para executarem as suas ações, nomeadamente atos de pilhagem de residências de civis ou espancamentos.