Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

FNE quer que docentes "libertos de tarefas inúteis" para poderem ensinar

Lusa

  • 333

Lisboa, 22 out (Lusa) -- A Federação Nacional de Professores (FNE) propôs ao Ministério da Educação que as normas de organização do ano letivo passem a ser plurianuais e que os professores sejam "libertos de tarefas inúteis" para poderem ensinar os alunos.

Apresentar mais cedo os despachos que definem as normas da organização do ano letivo e deixar que tenham a duração de apenas um ano foi uma das propostas apresentadas pela FNE a responsáveis do Ministério da Educação e Ciência (MEC), durante uma reunião realizada esta segunda-feira para debater os problemas identificados no arranque do ano.

"Podemos ter à nossa frente dois ou três anos letivos para os quais já sabemos quais vão ser as regras", defendeu João Dias da Silva, em declarações à agência Lusa.