Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

FNE adere à greve da função pública, contra Orçamento "cego e injusto"

Lusa

  • 333

Lisboa, 23 out (Lusa) -- A Federação Nacional de Educação (FNE) decidiu hoje aderir à greve da função pública, a 08 de novembro, contra o Orçamento do Estado, considerando-o "injusto, cego e empobrecedor dos portugueses".

Em comunicado, e depois de hoje ter reunido o seu secretariado nacional, a FNE anunciou que vai decretar greve dos seus associados trabalhadores da Administração Pública, para o próximo dia 8 de novembro, "exigindo outras políticas e outras formas de decisão política que valorizem e dignifiquem os trabalhadores e promovam o crescimento e o emprego, garantindo uma oferta educativa de qualidade e com equidade".

A Frente Comum dos Sindicatos da Administração Pública marcou uma greve dos funcionários públicos para 08 de novembro, com o objetivo de protestar contra as medidas do Orçamento do Estado para 2014 (OE2014).