Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

FMI/Previsões: Ritmo de ajustamentos nos países periféricos da zona euro só será "revisitado" se crescimento defraudar

Lusa

  • 333

Lisboa, 08 out (Lusa) -- O FMI afirmou hoje que os processos de ajustamento orçamental nos países periféricos da zona euro vão ser "mais lentos do que no passado", considerando que só se o crescimento ficar aquém do esperado é que esta questão será "revisitada".

Em conferência de imprensa em Washington, a propósito do 'World Economic Outlook', hoje publicado pelo Fundo Monetário Internacional (FMI), o economista Jörg Decressin afirmou que "o ajustamento orçamental vai ser mais lento do que foi no passado", defendendo que só se o crescimento for pior do que o esperado é que será equacionado um ritmo mais amplo para cumprir as metas orçamentais.

"A extensão de maturidades que foi garantida é a apropriada e só se o crescimento desapontar é que essa questão vai ser revisitada", disse Jörg Decressin, do Departamento de Estudos do FMI, em resposta a uma pergunta sobre se os países periféricos da zona euro, incluindo Portugal, poderão precisar de mais tempo para a consolidação orçamental.