Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

FMI/Cortes: PS promete oposição total e diz que Gaspar "é incompetente" e Passos "deve ser sério"

Lusa

  • 333

Lisboa, 10 jan (Lusa) - O PS prometeu hoje "oposição total" ao Governo caso tencione aplicar as medidas previstas no relatório do Fundo Monetário Internacional (FMI), considerando que o ministro Vítor Gaspar é "um incompetente" e que o primeiro-ministro "deve ser sério".

Estas críticas foram feitas pelo vice-presidente da bancada socialista José Junqueiro, numa declaração em que adiantou que o tema do Estado social será central nas Jornadas Parlamentares do PS, que estão marcadas para segunda e terça-feira em Viseu.

"As Jornadas Parlamentares do PS serão uma oportunidade excelente para dizer ao Governo que o relatório do FMI, que pretende devastar o Estado social, não tem qualquer fundamento. Dizemos ao Governo que não tem qualquer legitimidade [para o concretizar], porque não submeteu a sufrágio público nenhuma das medidas ?e nenhuma das medidas consta do memorando da 'troika' (FMI, Banco Central Europeu e Comissão Europeia)", advogou José Junqueiro.