Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

FMI/Cortes: Mário David (PSD) lamenta novo episódio "leviano" do FMI

Lusa

  • 333

Limassol, Chipre, 11 jan (Lusa) - O eurodeputado social-democrata Mário David lamentou hoje que o Fundo Monetário Internacional (FMI) se tenha comportado, novamente, de forma "leviana", com a divulgação do relatório sobre cortes na despesa, "contraditório" com o seu 'mea culpa' sobre a austeridade.

"Há dois relatórios do FMI que são contraditórios. Quer dizer, há uma semana eles fazem um 'mea culpa' e dizem que se enganam" nos cálculos para estimar o impacto da austeridade, e depois permitem a divulgação de um documento a defender mais medidas, referiu à Lusa o deputado europeu, em Limassol, Chipre, à margem de uma cimeira do Partido Popular Europeu, do qual é vice-presidente.

Mário David lamentou que "este último documento do FMI sobre as propostas específicas para a economia portuguesa não tenha ficado no âmbito das discussões que eles iriam ter com o Governo e tenha sido tornado público".